Defendendo a integração das considerações sobre mudanças climáticas

Posted on : 26 Agosto 2020

O Condado de Nakuru, em cooperação com o CoM SSA, está avançando na sua resposta às mudanças climáticas, integrando-as nos setores locais para abordar os aspectos transversais da mitigação das mudanças climáticas, adaptação e acesso à energia.

O Ministério do Meio Ambiente, Energia e Recursos Naturais do Governo do Condado de Nakuru supervisiona questões de mudanças climáticas e energia. No entanto, a liderança do condado reconheceu que as mudanças climáticas são uma questão que ultrapassa os limites do departamento de meio ambiente e tem impacto em todos os setores e departamentos, que devem desempenhar um papel ativo na construção de resiliência e contribuir para um desenvolvimento de baixas emissões.

Em relação com isso, o condado recentemente nomeou Campeões das Mudanças Climáticas em todos os seus ministérios; que são responsáveis por trazer considerações sobre mudanças climáticas para os seus campos de prática. Com base no compromisso do condado de Nakuru de abordar as mudanças climáticas de forma holística, 20 “campeões” das mudanças climáticas de sete departamentos participaram de um treinamento organizado pela iniciativa Pacto de Autarcas na África Subsariana (CoM SSA). O treinamento foi ministrado virtualmente pelo parceiro do CoM SSA, GIZ, com o apoio do ICLEI África e cobriu temáticas sobre como podem-se integrar as considerações sobre mudanças climáticas nos departamentos do condado.

 

O Sr. Kiogora Murithi, Diretor do Departamento de Meio Ambiente, Energia e Recursos Naturais, abriu o workshop destacando as iniciativas de Nakuru em questões de energia e clima – notavelmente, o Honorável Governador Lee Kinyanjui comprometeu o 1% do orçamento do condado para combater as mudanças climáticas nos departamentos. Este treinamento faz parte do processo de desenvolvimento do Plano de Acesso à Energia Sustentável e Ação Climática (SEACAP) do condado, que, de facto, abrange todos os setores e ajudará ao condado a colocar essa liderança climática na ação local.

Os participantes foram capacitados sobre os conceitos de mudanças climáticas, os três pilares do SEACAP e a sua relevância para diferentes setores por facilitadores do ICLEI África e a GIZ. O Sr. David Adegu, do Departamento de Meteorologia do Quênia, Ministério do Meio Ambiente e Florestas, trouxe ideias de nível nacional sobre a integração do clima e como elas podem ser aplicadas no nível do condado. Ele explicou as quatro etapas principais da integração do clima e forneceu exemplos de ações que os departamentos do condado poderiam tomar nos seus setores, considerando a “Agenda Big 4” do governo queniano, bem como o Plano de Desenvolvimento Integrado do Condado (CIPD).

Como as considerações sobre mudanças climáticas podem ser integradas em todos os setores?

Após a introdução às mudanças climáticas e como integrar as suas considerações, os participantes foram levados a grupos separados de acordo com os seus departamentos, onde discutiram os aspectos práticos da integração nos seus setores e, assim, trouxeram suas experiências práticas.

Os “Campeões das Mudanças Climáticas” decidiram quais ações deveriam ser executadas nos seus departamentos após o treinamento. Por exemplo, o Ministério da Agricultura do condado informou que vai envolver parceiros que trabalham na captação de água para aumentar a produção em áreas que serão afetadas pelo aumento das secas.

O clima está mudando e está mudando todos os setores: desde o turismo até os serviços de saúde, da agricultura aos transportes e serviços sociais. O condado de Nakuru progrediu com a integração das considerações climáticas por meio de, entre outras coisas, o desenvolvimento de uma política de mudanças climáticas e a nomeação de “campeões das mudanças climáticas”. O condado está agora pronto para dar os próximos passos na integração das mudanças climáticas; que priorize e implemente projetos com respostas às mudanças climáticas. O compromisso do condado com o desenvolvimento de um SEACAP detalhado como parte do CoM SSA permitirá que se abordem os aspectos transversais da mitigação das mudanças climáticas, adaptação e acesso à energia.

CoM SSA, uma iniciativa cofinanciada pela União Europeia, BMZ e AECID, tem uma forte rede de mais de 200 cidades na África Subsariana que continuará a se envolver com as administrações subnacionais, como o condado de Nakuru durante estes tempos difíceis de a pandemia COVID-19, adaptando-se à nova normalidade.

 


🚨▶️ Subscreva a nossa Newsletter. Descubra o que a CoM SSA e os seus parceiros estão fazendo para apoiar as cidades africanas!

 Assine 👉🏽 aqui
 Lea a última edição 👉🏽 aqui