Estudo futuro: Roteiros de financiamento para projetos climáticos

Posted on : 29 Junho 2020

Como podem os governos locais facilitar o acesso ao financiamento na África Subsariana?

 A população urbana africana, atualmente com 650 milhões de habitantes, ultrapassará os 1,3 mil milhões em 2050. Os governos locais (GLs) na África Subsariana enfrentam o desafio assustador de gerir a maior taxa de urbanização do mundo e, ao mesmo tempo, enfrentam as graves consequências das mudanças climáticas, afetando tanto as comunidades como a economia.

São necessários grandes programas de investimento em sectores-chave das infraestruturas urbanas, resistentes e de baixo carbono, para cumprir as metas estabelecidas no Acordo de Paris. Estes investimentos podem ir desde projetos de infraestruturas de grande escala a investimentos mais pequenos em diferentes sectores. O acesso às finanças internacionais, privadas e públicas é essencial para tornar as cidades resilientes e seguras face às alterações climáticas, mas também para seguir o caminho para o crescimento de baixo carbono.

Como parte do Pacto de Autarcas para a África Subsariana, a missão do GIZ é apoiar os GLs da África Subsariana, incluindo fornecendo-lhes roteiros de ação. Estes, realizados para facilitar o financiamento e a execução de projetos climáticos, podem, assim, ser postas em prática pelos GLs de forma proactiva.

Para o efeito, será publicado em julho de 2020 um estudo que visa permitir aos governos locais acelerar o desenvolvimento e financiamento de projetos climáticos.

Intitulado “Roteiros de financiamento para projetos climáticos: Como podem os governos locais na África Subsariana facilitar o acesso ao financiamento?“, este estudo produzido em língua inglesa, fornecerá uma visão geral das opções de financiamento para os GLs, e incluirá uma introdução a conceitos-chave, bem como roteiros concretos para diferentes tipos de projetos. Serão definidos concretos roteiros para 10 ações climáticas específicas onde é possível um rol proactivo dos GLs, e que cobriram todas as fases do ciclo do projeto, desde a identificação ao desenvolvimento, financiamento e operação.

 

Projetos climáticos para governos locais estudados na publicação:

  • Tratamento e reutilização de águas residuais
  • Gestão integrada de resíduos
  • Avaliação energética
  • Projetos solares
  • Mini-redes solares
  • Ganhos de eficiência e expansão da iluminação pública
  • Melhoria do desempenho energético dos edifícios
  • Plantar árvores e criar florestas
  • Gestão do risco de inundações
  • Fogões melhorados e limpos

O estudo será publicado em julho de 2020, e será disponibilizado um link aqui para aceder ao mesmo.

Acompanhe este post e subscreva as redes sociais de Facebook e Twitter e o boletim informativo do Pacto de Autarcas para a África Subsariana para se manter atualizado com as suas últimas novidades.

Estudo publicado por: Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).
Autores: Global Clearinghouse for Development Finance.
Produzido com o apoio finaciero da União Europeia e do Ministério Federal da Cooperação e Desenvolvimento Económico (BMZ).
Contacto: comssa@giz.de